Ondas na casa de 1 metro de altura vão quebrar neste feriadão prolongado, para alegria dos surfistas que competem no RDS Pro Jr., que acontece entre os dias 13 a 15 de outubro na Guarda do Embaú (SC).

A previsão dos oceanógrafos do broou aponta para um mar consistente, porém de formação irregular para o evento, que é a única seletiva sul-americana para a final do Mundial de Pro Junior da WSL.

Um swell de leste abre a sexta-feira de disputas, provavelmente proporcionando o melhor dia de surf, visto que o vento de Norte é parcialmente protegido pelo morro da Guarda.

No sábado e domingo a ondulação vira para Sul e Sudeste, respectivamente. E os ventos sopram de moderado a forte no quadrante Sul, deixando as condições difíceis.

No domingo, dia da final, o vento deve dar uma boa diminuída, mas continuará predominantemente de maral.

A dica aos surfistas, é que uma boa leitura do mar pode render bons momentos para os competidores, para quem sabe se “esconder” do vento dentro dos famosos tubos da Guarda do Embaú.

Cartaz do campeoanato em homenagem a Ricardinho. Foto: Reprodução

Em memória de Ricardinho dos Santos

O evento idealizado pelo campeão mundial Adriano de Souza, com apoio de Yago Dora e Lucas Silveira, para homenagear o legend Ricardo dos Santos, conta com a presença de grandes nomes da cena Pro Junior, tais como as sensações do surf nacional, Samuel Pupo e Mateus Herdy.

Entre os super grommets, o surfista Ryan Kainalo, de apenas 11 anos, chegou direto da África do Sul, onde venceu sua primeira competição oficial da WSL, para disputar baterias nas ondas de Guarda. Pelas meninas, a catarinense Tainá Hickel, de 14 anos de idade, defende o título para conquistar o bicampeonato.

Acesse o broou.app e confira o melhor pico, dia e horário para o surf. E confira os reports in loco com fotos dos brothers.