Prancha Mágica: Bruno Santos

Bruninho esteve na Indonésia, fez a foto de capa da HC 321, pegou outros swells e partiu para o Tahiti, com dois foguetes de Joca Secco, da Wetworks

Bruninho, Tahiti e um quiver de tube rider. Foto: Renato Tinoco

Bruninho, Tahiti e um quiver de tube rider. Foto: Renato Tinoco

MODELO BS I MEDIDAS 5’11’’ – 18.38 – 2 3/8 – 26,2 litros RABETA Round
MODELO BS II MEDIDAS 6’11’’ – 18 1/4 – 2 1/4 – 26,7 litros RABETA Round                                                                                                                                                                      

Eu já venho há bastante tempo para Teahupo’o. É o tipo de lugar que gosto de surfar com prancha pequena – não precisa ser grande. Ao mesmo tempo, para ter uma remada muito boa, o Joca Secco fez essas pranchas. Elas são bem grossas e têm bicos bem largos, com bastante área. São específicas para as condições daqui mesmo.

Com a 6’1’’, posso surfar Teahupo’o de 6 a 10, 12 pés. Com a 5’11’’, de 4 a 8, 10 pés. Antes do Tahiti Pro, só usei a menor, inclusive na vitória das triagens. É uma prancha muito segura, que flutua bem, tem um drive sensacional e rema muito.

Corri a primeira bateria das triagens com uma prancha um pouco menor, porque o mar estava bem pequeno. Mas depois optei por cair com a 5’11’’, porque a remada é muito boa. Isso ajuda bastante durante as disputas e até mesmo para se antecipar na onda. Funcionou exatamente da maneira que eu esperava. Ainda não deu onda grande o suficiente para cair com a 6’11’’.

Atleta: @bruninhosantos
Patrocínios/apoios: Rip Curl, Joca Secco/Wetworks, Hot Buttered, Cerveja Noi, Puro Suco, Crossfit Niterói
Shaper: 
Joca Secco/Wetworks, Rio de Janeiro @wetworks_surfboards wetworks.com.br

Posts Relacionados