Pamella Mel tem 11 anos é de Maresias e ama competir, tanto que entrou para o Livro dos Recordes Brasileiros, pela segunda vez consecutiva, por ser a única brasileira Mirim a subir mais de 90 vezes em pódios, durante eventos de surf.

Em seu último evento, o Hang Loose Surf Attack, finalizado no dia 27/8, a surfista garantiu vaga para competir contra os meninos, na categoria estreante (12 anos).

Pamella não garantiu o pódio, mas talvez tenha realizado um feito ainda maior, já que assegurou mais uma vez o direito de competir contra meninos. “Ela ganhou uma vaga graças a associação da Praia Grande”, conta a mãe Regina Regatieri.

“É muito legal correr contra os meninos, porque assim eu ganho bastante experiência. Me sinto desafiada, porque além de correr contra os meninos, eles são mais velhos do que eu,” conta Pamella.

A surfista de Maresias gostaria de ter representado sua cidade, mas não por isso ficou menos contente. “Competição faz parte da minha vida, amo competir, amo participar dos campeonatos e fico chateada de não ver outras meninas, mas não ligo de ter que disputar contra os meninos, eu quero participar não importa se eu vou surfar contra meninos ou meninas”, explica a pequena que muitas vezes surpreende com sua maturidade.

Segundo o pai, Ailton, que é também o ídolo da garota, Pamella tem a competição no sangue. “Acredito que ela não seria tão feliz como freesurf. A Pamella compete comigo o tempo todo, inclusive quando não estamos treinando”, confessa o pai que passou a contar com a companhia da filha no surfe desde quando ela tinha 5 anos de idade.

Em 2013, Pamella ganhou destaque na imprensa graças a sua performance durante o Itanhaém Surf Festival. Na época, aos 8 anos de idade ela enfrentou garotos com o dobro de sua idade e terminou com a quarta colocação no evento.

A pequena recordista tem grandes sonhos, mas o principal ainda é um patrocinador que possibilite a ela viver fazendo o que mais ama: surfar! “Tenho certeza de que esse dia vai chegar”, diz Mel.

Fonte: Origem Press