Uma semana antes de competir no Ballito Pro, em KwaZulu-Natal, na África do Sul, o carioca Lucas Silveira partiu em busca das direitas de Jeffrey’s Bay.

Durante a trip, sob o olhar clínico do seu treinador Leandro Dora, Lucas aproveitou para aprimorar o seu surfe, entre rasgadas, cutbacks e muitos tubos.

“Eu adoro surfar em J-Bay, já fui outras vezes e nesta trip cheguei a pegar um swell próximo a 12 pés. Estava com o meu quiver da Indonésia, de 5’10 até 6’2, e faltou um tamanho de prancha para o dia maior. Apesar dessa polêmica dos tubarões, isso não me assusta e não vou deixar de surfar lá por isso”, comentou Silveira que já está em Huntington Beach, Califórnia para o Vans US Open of Surfing.