“Dominação total” em Nazaré garante primeira vitória de Lucas Chianca no Big Wave Tour. Billy Kemper assume liderança do ranking

O carioca Lucas “Chumbo” Chianca é o campeão do Nazaré Challenge 2018. Depois de fazer a melhor apresentação do primeiro dia, no sábado, Lucas venceu suas duas baterias neste domingo, semi e final, para garantir seu primeiro troféu no Big Wave Tour com uma performance arrebatadora em Portugal.

Assim como fizera no sábado, Chumbo tornou a fazer, neste domingo, a melhor apresentação do dia. Desta vez na final, com 21.39 pontos, a melhor pontuação de todo o campeonato.

Lucas venceu a semi com 14.91 pontos, seguido pelos havaianos Billy Kemper e Nathan Florence. Foram eliminados nessa bateria o americano Peter Mel, o local Alex Botelho e o então detentor do título Jamie Mitchell.

A segunda semi foi dominada por Kai Lenny, que venceu com 18.70 pontos. Também se classificaram para a decisão o basco Natxo González e o sul-africano Grant “Twiggy” Baker.

Com as ondas um pouco menores do que ontem, Chumbo continuou apostando nas esquerdas e em seus agora famosos air-drops intencionais. O diferencial foi seu ataque às ondas.

Na final, primeiro Lucas manobrou uma esquerda até o final. Na segunda onda que entrou em sua contagem, um pouco menor que a primeira, Chumbo arriscou um bizarro ataque ao lip – de uma onda de 20 pés. De maneira absolutamente inacreditável, ele conseguiu completar um floater em Nazaré.

Nessa hora, os narradores da transmissão em inglês falavam em “dominação total” de Lucas sobre seus concorrentes na final.

Billy Kemper ficou em segundo e o basco Natxo Gonzáles em terceiro. Kemper deixa Portugal com muito a comemorar também. Com a segunda colocação, ele toma a liderança do ranking do Big Wave Tour de Kai Lenny.

Nazaré foi a terceira etapa do BWT. A quarta e última etapa que ainda pode acontecer é o Mavericks Challenge, que tem período de espera até o dia 28 de fevereiro.

Veja também: WSL perde licença para o Pipe Masters 2019

Posts Relacionados