Entre os dias 10 e 20 de outubro acontece em Florianópolis (SC) a terceira edição do Lagoa Surfe Arte, um dos maiores festivais de cultura, exposição e audiovisual de surfe da América Latina.

Pôster criado por @rolillustrations.

Idealizado por Fabrício Flores Nunes, que assume a direção e assina boa parte da curadoria, o evento conta com o filmmaker Fabiano Sperotto, Simão Fillipe e a Equipe Naipe reforçando a organização do evento.

Mantendo sua proposta de reunir pessoas que admiram e são influenciados pelo estilo de vida ligada ao surfe, a edição 2017 tem como destaques o II Festival de Curtas Metragens, uma exposição inédita sobre a evolução do design de pranchas, além de palestras e mesas de debate de assuntos atuais e com importantes personalidades do esporte.

O Festival de Cinema cresceu, passando de três para quatro dias, mas mantendo a essência de ser aberto ao público. Aliás, uma das propostas para a edição de 2017, como já havia frisado Fabrício Flores, é tornar o LSA cada vez mais acessível ao público. Mais uma vez os filmes serão exibidos no Cinema do CIC – Centro Integrado de Cultura, entre os dias 10 e 13 de outubro.

Dezenas de produções foram inscritas e o anúncio dos finalistas acontece dia 29 de setembro. Os curtas selecionados concorrem em dez prêmios, como Melhor Edição, Roteiro, Fotografia, Trilha e outros. O Melhor Curta Catarinense também participará do festival português Surf at Lisbon, em novembro deste ano.

O II Festival de Curtas Metragens tem como jurados Thomas Crocco (videomaker, editor e diretor do MIMPI Film Festival), John Magrath (soulsurfer, videomaker e editor), Ricardo Gonçalves (fotógrafo e diretor do SAL – Surf Art Lisbon Film Fest), Marilha Naccari (professora de cinema da UNISUL / SC e coordenadora de programação do FAM – Festival Audiovisual Mercosul) e Junior Faria (Jornalista, surfista e shaper designer).

Outra grande novidade do LSA´17 será a exposição “A evolução do design de pranchas de surfe”, programada entre os dias 10 e 20 de outubro, no Espaço Lindolf Bell, também dentro do CIC – Centro Integrado de Cultura. A ideia é exposição é reunir para primeira vez peças históricas e relíquias desde a década de 60 até as mais modernas dos tempos atuais.

Palestra com Júlio Adler e Mesas-Redondas Um dos principais objetivos do Lagoa Surfe Arte é promover o debate entre os amantes do esporte reunindo personalidades importantes do meio. Nessa terceira edição o palestrante convidado será Júlio Adler. Ligado ao que de melhor existe na produção de obras audiovisuais brasileiras e internacionais, o jornalista e surfista Júlio Adler trará seu estilo autêntico ao LSA´17.

Marina Werneck, uma das convidadas da mesa redonda do surf feminino. Foto: Divulgação

Além da palestra, serão quatro mesas-redondas: Surfe Feminino, Empreendedorismo, Tecnologia & Inovação e Saúde no Surfe. Duas já estão confirmadas. A primeira delas ocorre no dia 16/10 trazendo para o debate o Surfe Feminino. Moderado pela jornalista Carolina Lucena, a mesa contará com as surfistas Marina Werneck, Chantalla Furlanetto, Tina Vilela, além da jornalista Alexandra Iarussi. Dia 19 de outubro o tema será Saúde no Surfe com presença de Leandro Grilo (Aprimore), Fernando Mota (Surflek), Marcelo Amaral, Alisson Paz (Equipe RedBull) e Edu Takeuchi (Personal Boards – SP).

Aulas de surf no Arágua, pelo projeto Rekombinando. Foto: Adriano Rebelo

CLÍNICAS DE SURF E YOGA NO “SEA STARS EXPERIENCE”

Yoga e surfe para todos os níveis de experiência, com pranchas diferentes e registro das sessões dentro d’água. É o que oferece o “Sea Stars Experience”, que pretende reunir as mulheres para uma grande confraternização na Praia Mole.

O projeto é organizado pelas surfistas Antonia Wallig e Clarissa Del Fabbro, idealizadoras do projeto Rekombinando.

“O ano passado inscrevemos nosso episódio ‘Rekombinando no Chile’ no LSA e recebemos prêmio pelo melhor roteiro. Aí, nesse ano, decidimos fazer o Sea Stars e a galera do LSA adorou a ideia,” conta Antonia.

Assista abaixo a um dos episódios de Rekombinando: 

O Rekombinando é criação de três mulheres, Antonia, Christie e Clarissa (com sua bebê de dois anos e meio, Gabriela), movidas pelo amor ao mar. No projeto, as meninas caem na estrada e refazem o mesmo roteiro da viagem de Kombi feita pelo pai da Antonia e seus amigos em 1976.

“Viajamos pela América Latina em uma kombi ateliê levando muita história, surfe, artes e educação ambiental para as crianças no caminho,” contam.

Saiba mais sobre o Rekombinando aqui.

Mais sobre o evento – e inscrições no ‘Sea Stars Experience’ – aqui.

PROGRAMAÇÃO: 

Sobre o Lagoa Surfe Arte

O festival Lagoa Surfe Arte tem como grande objetivo ser vitrine da cultura surfe e promover um encontro entre os amantes do esporte e do estilo de vida. Realizado pela primeira vez em Janeiro de 2016, o evento chega à terceira edição como um dos maiores festivais de cultura surfe do Brasil. Idealizado por Fabrício Flores, creative shaper das alternativas pranchas Sea Cookies Handshapes, o evento vem crescendo e ganhando reconhecimento a cada edição.

Em outubro de 2016, o LSA apresentou seu formato anual com mais dias de programação e entrou para o calendário da cidade. Além das exposições de obras de artistas catarinenses e estrangeiros, o público que comparece ao LSA pode participar das palestras, mesas-redondas e cursos, ver e votar nos melhores filmes do Festival de Curtas e tem a oportunidade de assistir filmes inéditos na tela do cinema.

O conteúdo da programação cria momentos únicos e aproximação com lendas vivas, como o que aconteceu com a ilustre participação do Tito Rosemberg, uma referência para os aventureiros, mochileiros e surfistas e que encabeça a crescente lista de palestrantes do LSA. O evento reune surfistas e não-surfistas, todos os apaixonados pelo belo e pela arte. Existe muito conteúdo de qualidade dentro do universo do surfe e o Lagoa Surfe Arte é onde tudo se encontra.

Clique AQUI e confira os melhores momentos do LSA 2016.

Clique AQUI e confira a programação completa da edição de 2017.