O US Open Of Surfing terminou nesse final de semana, com vitória do norte-americano Kanoa Igarashi sobre o brasileiro Tomas Hermes (detalhes aqui).

A INTERFERÊNCIA. DE QUEM?

Pelo segundo ano consecutivo, o brasileiro enfrentou Kanoa Igarashi na semifinal do evento da Califórnia. Aliás, nesse embate da semifinal, os surfistas fizeram lembrar o ocorrido no duelo do CT do Rio de Janeiro, quando Filipe cometeu interferência sobre o norte-americano, e após irritar-se com os juízes, foi punido pela WSL e deixou de competir na etapa de Fiji.

A onda do domingo deixa margem para dúvidas: foi no começo da bateria, ninguém com prioridade. Filipe começa a remar primeiro para pegar a direita. Logo Kanoa rema também e Filipe sobe primeiro na prancha. Na sequência, vem Kanoa, que fica em pé e sinaliza ir para esquerda – em um dia de pouquíssimas esquerdas, valha dizer, a onda do dia era a direita – quando Filipinho já está no gás para a direita.

Para os juízes, foi interferência do brasileiro, que teve sua segunda melhor nota cortada pela metade.

E você, leitor? O que acha? Deixe sua opinião.