No vídeo do Série ao Fundo, você confere em detalhes os acontecimentos do domingo em Pipeline, durante o Pipe Masters, inclusive a bateria polêmica de JJF x Ethan Ewing.

 

O domingo (17/12) definiu o round quatro do Pipe Masters, última etapa do CT que coroa o campeão da temporada.

Em Pipeline com tamanho razoável, glassy, Gabriel Medina tirou um 9 após um tubo para backdoor contra Dusty Payne na primeira bateria do Round 2, e avançou com propriedade para a terceira fase. Na sequência, sacramentou a vaga no Round 4 (e vivo o sonho do bi-mundial) após bater Josh Kerr em uma bateria de menos ondas que a anterior.

Quem também mantém-se determinado e segue na disputa, é o dono da lycra amarela, John John Florence. O havaiano venceu a disputa contra Ethan Ewing na terceira fase. E a vitória do local deu o que falar: Ethan precisava de 4,67 para virar; pegou uma onda e obteve 4,60 – o suficiente para levantar polêmica diante da decisão.

Assista acima aos highlights do terceiro dia de Pipe Masters.

Os brasileiros que se mantém vivos após o término da terceira fase, além de Medina, são Ian Gouveia, Caio Ibelli e Italo Ferreira.

Também no Round 3 a corrida pelo caneco teve uma baixa na disputa: o 11x campeão mundial e 7x Pipe Masters, Kelly Slater, venceu o sul-africano Jordy Smith.

Julian Wilson permanece na disputa e está escalado na primeira bateria do R4 com Ian Gouveia e Conner Coffin – mas vê remotas chances de título com a ascensão da dupla Gabe e JJF ao Round 4. 

Nem Medina, nem JJF, venceram em Pipeline ainda. Qual o palpite, leitor?

Kelly Slater, que compete pela primeira vez desde o pé quebrado em JBay, pode quem sabe vir a ser pedra no sapato nessa disputa pelo caneco. Por que não?

VEJA TAMBÉM:

KELLY SLATER BATE JORDY SMITH E CANTA VITÓRIA SOBRE JJF E MEDINA EM PIPELINE