O surfista de apenas 17 anos viajou de Ubatuba até o Marrocos para participar pela segunda vez de um campeonato mundial de surf. Guilherme competiu na divisão de acesso da Liga Mundial e ganhou destaque no site e perfil do Instagram da WSL South América, que conta com mais de 11 mil seguidores.

“Não esperava, foi muito legal, tomei um susto”, conta Gui sobre a surpresa de ver sua foto no perfil da Liga no Instagram. Ainda sem um patrocinador oficial, Guilherme conta com o apoio da família especialmente, além de ter apoio da Zampol Surfboards, Follow Bords Shop, CuraMar, Banana Wax e Perfect Waves.

Durante o período no continente africano Gui dividiu o quarto de hotel com outra fera, Wesley Leite também de Ubatuba. “É muito incrível conviver com caras que eu admiro tanto como o Wesley e o Camarão (Thiago), eles têm muita experiência e ter a oportunidade de aprender com eles é demais”, diz Villas.

Sobre sua performance, o atleta analisa como positiva. “Surfei bem, mas não deu. Os caras quebraram, é outro nível. Surfei contra um cara que acompanho desde muito novo que é o Jeronimo Vargas, foi uma honra pra mim”, completa. “Fiquei com gosto de quero mais”, finaliza.

VIA Origem Surf