Saiba qual a melhor forma de tratar um ferimento de coral. A gente adianta: limão não é a melhor opção

* Na foto de abre, o francês Jeremy Flores mostra os resultados de um encontro nada feliz com o fundo de corais de Lakey Peak, Sumbawa, na Indonésia. O surfista tomou 35 pontos e perdeu completamente a memória por duas horas, no que foi, segundo ele, a pior lesão da sua carreira.

Por Kevin Assunção

Surfar os melhores reefbreaks do planeta requer atenção não só com os tubos, mas com os corais afiados que disparam veneno ao serem tocados. Além disso, as bactérias que ficam nos corais e o carbonato de cálcio presente no esqueleto deles dificultam a cicatrização do ferimento. Como consequência, o veneno pode comprometer a musculatura, com sintoma similar à cãibra, e, nos piores casos, atingir o coração. “Grandes quantidades de veneno podem até matar, o que não é raro de se ver na região do Indo-Pacífico”, afirma Vidal Haddad, professor de dermatologia da Unesp.

Caso se machuque nos reefs, o tratamento começa logo dentro do mar. A dor pode ser amenizada se a água estiver gelada. Quando sair do mar, o correto é passar vinagre na região do ferimento, porque, ao contrário da água doce, ele evita o disparo de nematocistos, que são tóxicos – e, ao contrário das tradições polinésias, o limão não é o mais indicado para limpar o ferimento. Depois disso, escove e lave com água doce e sabão até retirar os pedaços de coral e carbonato de cálcio, que facilitam a entrada de bactérias. A pomada antibiótica Nebacetin (R$ 21,80) pode ser aplicada na região se o corte for superficial – neste caso você pode voltar a surfar em até dois dias.

Se o corte for extenso ou ocorrer perfurações profundas, é necessário parar de surfar e tomar um antibiótico via oral, como o Cefalexina, durante 10 dias e manter todos os cuidados na limpeza do ferimento. Ou seja: “tchau, surftrip”. Haddad explica que “não se deve surfar caso a vermelhidão ou o inchaço local aumente nos dois dias seguintes”. Isso é um indício de infecção, assim como secreções de pus.

Em lesões superficiais, um dia sem surfar é o suficiente. A pomada antibiótica Nebacetin deve ser passada após o tratamento, porque os elementos bacitracina e a neomicina inibem a proliferação das bactérias.

Resumindo…

 

1) Amenize a dor mantendo a região afetada dentro da água.

2) Passe vinagre no ferimento logo que sair da água para evitar uma infecção maior.

3) Escove e lave com sabão e água doce até retirar os pedaços de coral e a poeira do carbonato de cálcio.

4) Não é necessário fazer um curativo. Depois de limpar, mantenha o ferimento aberto e evite movimentos bruscos.

5) Consulte um médico o quanto antes para saber que pomada passar ou, se o ferimento for mais grave, como tratar e que antibiótico tomar.

Posts Relacionados