A primeira vez que você leu ou escutou o nome de Raimana van Bastolaer certamente foi por ocasião de algum swell gigantesco que atingiu o Taiti e fez Teahupoo quebrar com aquele tamanho completamente bizarro. Pode ter sido em 2005, 2011, 2013 ou em qualquer outro ano. Não importa. Raimana estava lá, salvando vidas e rebocando big riders nas bombas com seu jet e eventualmente pegando as suas também.

Pois o mundo dá voltas: um dos locais mais respeitados de uma das ondas mais assustadoramente selvagens do mundo hoje trabalha pilotando um jet-ski em um lago de ondas artificiais no interior semi-árido da Califórnia. Raimana é um dos principais membros do staff do Surf Ranch. Você provavelmente o viu durante a Founders Cup. Ele ajuda os visitantes desde o momento da escolha da prancha ideal até à hora de remar para a onda e ficar em pé.

A troca do paraíso em terra que é Polinésia Francesa pelo rancho de ondas de água doce e domesticada pode soar estranha para muita gente (para nós, leia-se). Mas a verdade é que, aparentemente, ele está muito bem no oasis particular de Slater.

Raimana em seu habitat natural, em 2011 (Fred Pompermayer/Arquivo HC)

“Eu surfei a onda duas vezes. É insano… Ela é realmente poderosa”, disse o antigo rei de Teahupoo em uma entrevista bem mamão-com-açúcar ao site da WSL. Sim, ele está falando da onda do Surf Ranch, onde ele é um dos principais membros staff.

“Eu realmente não ligo pra surfar a onda. O que me importo mesmo é em ver as pessoas sorrindo, ver as pessoas surfando a onda e levantando suas mãos depois. É isso que me fez mais feliz, mas do que surfar eu mesmo”, explicou.

“Antes de entrar na água eles estão ansiosos, em pânico, não sabem o que fazer. Meu trabalho é garantir que eles relaxem, fiquem confiantes e que estejam prontos para o que vai acontecer”. Sim, ele continua se referindo à onda do Rancho. Não, ele não está falando de Teahupoo gigante.

A entrevista esclarece o que parecia um absoluto nonsense para nós: como pode um dos maiores watermen do mundo do surf abdicar de conviver com a força das ondulações do Pacífico em nome de um emprego em um local frio, seco e centenas de quilômetros distante da água salgada? Bem, se para ele está tudo certo, para nós está tudo certo.

Mas e você? O que acha dessa troca? Deixaria de lado a família e a vida no Taiti para passar os dias em Lemoore? 

Abaixo, Raimana ao lado do ator hollywoodiano Chris Hemsworth. Acima, a vida deixada para trás.

Thor’s 🔨 @chrishemsworth @kswaveco @wsl @kellyslater @airtahitinui @opkix

Uma publicação compartilhada por raimanaworld (@raimanaworld) em