A carioca Chloé Calmon, 22, conquistou o terceiro lugar no berço do longboard californiano, a Praia de Malibu, durante o campeonato Surf Relik.

“Foi o maior evento de longboard dos últimos 10 anos na Califórnia, e reuniu a elite do longboard nas direitas do First Point. Foi um evento teste, com premiação de nível WSL, e deverá fazer parte do circuito mundial no ano que vem,” explica o pai de Chloé, Miguel Calmon.

Com uma janela de espera de 15 dias, o campeonato teve ondas épicas no primeiro dia, que baixaram um pouco durante as finais. Por conta de uma regra local, o evento não pode ocupar os dois dias do final de semana, por isso, foi realizado no domingo (8) e na segunda-feira (9).

A brasileira Chloé Calmon, atual líder do Ranking Mundial da WSL, venceu nas quartas de final a havaiana Crystal Walsh, sua concorrente direta na disputa do título mundial, que terá sua etapa decisiva em Taiwan, no final de novembro.

Anteriormente venceu a ex-campeã mundial, a californiana Lindsay Steinridee, e na semi, acabou derrotada pela local de Malibu e campeã do evento, Karina Rosunko;

Os outros brasileiros não avançaram no evento. Phil Rajzman e Atalanta Baptista perderam no Round 2 e Rodrigo Sphaier parou no Round 3. Na categoria especial, Caio Teixeira perdeu no Round 1.

“Amanhã (dia 11/10) eu faço aniversário (23 anos) e este campeonato foi um presente antecipado…Peguei altas ondas, reencontrei muitos amigos e vivi momentos mágicos na Califórnia. Esta semana volto para o Brasil para competir no Campeonato Brasileiro que vai acontecer na Praia da Barra da Tijuca entre os dias 20 e 22, o Neutrox Weekend e espero um grande evento, que vai reunir a elite feminina de pranchinha e do longboard,” contou Chloé após o término da competição em Malibu.

Com o resultado, a surfista carioca alcançou a incrível marca de 26 pódios em 26 campeonatos, estando sempre entre os Top 3 desde 2014.

Chloé tem patrocínio da Roxy, Neutrox e Estacio e compete com as pranchas da New Advance Surfboards.

* Com informações de Miguel Calmon