Bruno Santos escalado para o Rip Curl Cup Padang Padang

Mais uma vez o brasileiro Bruno Santos aparece entre os melhores tube riders do planeta, com o convite recebido para mais uma participação no Rip Curl Cup Padang Padang, em Bali, Indonésia. A competição especial reúne apenas 16 convidados, oito deles, talentos locais, num único dia de swell perfeito, com janela de espera de um mês. Além de Bruninho, a lista conta com Paulo Moura como alternate, aguardando uma chance de também participar.

No ano passado, o surfista pernambucano, ex-WCT, foi um dos destaques da competição, sendo um dos três a garantir uma nota dez, terminando em quinto lugar. Entre os dez convidados estarão grandes nomes, como o ícone Tom Curren, o também norte-americano Damien Hobgood, os havaianos Mason Ho, Bruce Irons e Clay Marzo e o australiano Kai Otton, além dos talentos locais, como o embaixador do surf na Indonésia, Rizal Tandjung, o bicampeão indonésio Lee Wilson e o atual vencedor do evento, Mega Semadhi.

No evento, as previsões de ondas são monitoradas, entre 10 de julho e 10 de agosto, com os 16 surfistas aguardando o sinal verde numswell tubular. A expectativa é grande, pela relação anunciada, como uma das mais potentes já reunida: um tricampeão mundial, cinco vencedores de etapas do WCT e quatro campeões nacionais da Indonésia. “O Rip Curl Cup é, com certeza, um dos eventos mais esperados pelo seu formato e pela onda de Padang Padang, uma das melhores do Mundo”, enfatiza o gerente de marketing da Rip Curl no Brasil, Fernando Gonzalez.

BRUNO SANTOS – Apesar de escalado, Bruno Santos ainda não sabe se competirá dessa vez, porque estará ausente no início da janela, em viagem para as ilhas Mentawai. O campeão da emblemática etapa do WCT, em Teahupoo, no Taiti, em 2008, está morando na Indonésia este ano, com a sua família, o credenciando ainda mais para uma boa performance, pelos treinos constantes nas ondas locais. “Estamos rodando a Indonésia. Estou em Bali. Já fiquei em Uluwatu, Lombok, Sumbawa”, afirma.
“O Rip Curl Cup Padang é um evento animal. É, sem dúvida, uma das ondas mais perfeitas da Indonésia. Um campeonato que sonho muito em vencer. Este ano, no começo do período estarei nas Mentawai, num projeto que estava envolvido desde o começo do ano, mas torcendo para dar sorte do swell entrar quando estiver de volta a Bali”, ressalta. “Até porque este ano estou morando aqui e surfei Padang diversas vezes”, reforça.

PAULO MOURA – Mesmo com a vaga ainda não confirmada, Paulo Moura demonstra grande animação. Ele pode ser o substituto do próprio Bruninho. Independente de competir, ele segue neste domingo (2) para mais uma Indonésia, a décima em suas contas, com 50 dias em busca das melhores ondas no arquipélago. “Estou super feliz com a possibilidade de correr o Rip Curl Cup novamente. Mas não estou criando muita expectativa ainda, para caso não entre no evento, não ficar muito triste”, conta Paulinho.

Ele recorda a sua performance no campeonato de 2016. Na semifinal tirou a nota máxima – feito só alcançado por outros dois atletas no evento, o campeão e Bruce Irons – e ficou a menos de um ponto de chegar na decisão. “Foi irado. Surfei pela primeira vez a onda de Padang, direto no evento e consegui fazer a semifinal e uma nota dez”, fala.

“Padang, para mim, é uma das melhores ondas do Mundo e gostaria muito de ter outra oportunidade de surfar condições clássicas com mais três pessoas na água, um sonho, já que é também uma das ondas mais crowd”, diz, lembrando que a vaga só aconteceu aos 45 do segundo tempo. “Tinha acabado de chegar em Desert Point, depois de nove horas dirigindo, quando recebi a mensagem e imediatamente dirigi de volta mais nove horas”, relata.

Com chancela da World Surf League (WSL), o Rip Curl Cup Padanng Padang 2017 tem a janela de 10 de julho a 10 de agosto. Entre 1º e 7 de julho será realizada a triagem para definir o oitavo atleta local. Dos dez convidados, os oito primeiros que chegarem participam.

As disputas serão transmitidas ao vivo pela internet, pelo link ripcurl.asia, que também informará sobre a chegada do swell e disponibilizará vídeos. A cerimônia oficial de abertura será realizada no dia 9 de julho, em Padang Padang, junto com a coletiva de imprensa e a tradicional dança balinesa Kecak.

 

Surfistas internacionais convidados:

Tom Curren (EUA)

Mason Ho (Havaí)

Damien Hobgood (EUA)

Bruce Irons (Havaí)

Kai Otton (Austrália)

Bruno Santos (Brasil)

Clay Marzo (Havaí)

Jack Robinson (Austrália)

Jacob Willcox (Austrália)

Ryan Burch (EUA)

 

Surfistas locais:

Bol Adi Putra

Raditya Rondi

Mega Semadhi

Rizal Tandjung

Pepen Hendrik

Garut Widiarta

Lee Wilson

vencedor da triagem