Os bastidores do Título Mundial: ‘Quero três títulos’, aponta Medina

Nesse episódio do Série ao Fundo, você assiste aos bastidores do que rolou em Pipeline no dia derradeiro de Pipe Masters. Diretamente do North Shore, o jornalista Tiago Brant te leva para um passeio entre a torcida local havaiana (que inclui grommets embalados pelos gritos de “John John vence, Medina perde”), e pelo backstage dos momentos entre baterias.

Por questão de segundos, JJF não faturou o primeiro Pipe Masters da carreira (Jeremy virou a bateria contra John nos 17 segundos finais).

“Foi legal que a decisão ficou para as últimas baterias,” exclama satisfeito o bi-campeão mundial da temporada, John John Florence.

Gabriel e Kelly se comprimentam ao término da bateria. Nas quartas, o 11x campeão mundial tomou uma lambreta de Medina, que deixou Slater em combo.

“Ah, ele escolheu melhor as ondas do que eu. Ah, ele escolheu melhor as ondas do que eu, e tem sido o dia dele até agora, então, nós vamos ver,” racionalizou como sempre o 11x campeão Kelly Slater.

“É, o show foi feito,” disse Medina. “Sempre tentar buscar mais um título mundial. Meu foco é ter três títulos mundiais,” afirmou o brasileiro campeão mundial em 2014.

Com sobra de humor, o 11x campeão mundial e 7x Pipe Master, Slater: “Seria uma pena se eles quisessem a mesma garota, sabe? Talvez fosse até melhor. Aí seria uma rivalidade boa mesmo.”

Mais sobre Série ao Fundo AQUI.

VEJA TAMBÉM:

JJF favorecido? R4 do Pipe Masters é decidido com polêmica